Cravo

  • 1
    Book impresso / Printed booklet
  • 2
    Book impresso / Printed booklet
  • 3
    Book impresso / Printed booklet
  • 4
    Book impresso / Printed booklet
  • 5
    Capacitação: peças da oficina / Qualification: workshop's pieces
  • 6
    Capacitação: adesivos / Qualification: stickers
  • 7
    Capacitação: adesivos / Qualification: stickers
  • 8
    Capacitação: carimbos / Qualification: stamps
  • 9
    Capacitação: letra set e carimbo / Qualification: letter set and stamp
  • 10
    Capacitação: sacola do kit da oficina / Qualification: workshop's kit bag
  • 11
    Capacitação: sacola do kit da oficina / Qualification: workshop's kit bag
  • 12
    Convite do lançamento / Launch invitation
  • 13
    Processo: experimentações analógicas / Process: analogic experiments
  • 14
    Processo: equipe / Process: team

Linguagem Prazer e Significado

Graphic Design / Strategy / Visual Identity

  • CLIENTE: Natura
  • DATA: 2010 / 2011
  • EQUIPE: Lilian Raco, Vivian Mayrink Cirillo, Patricia Clarkson, Eduarda Paternot, Ana Costa, Bernardo Schorr, Luiza Borja, Lauro Machado, Dalcácio Reis, Daniel Pinheiro, Renata Freeland, Rodrigo Borges, Lucas Duque

Assita ao vídeo de lançamento da linguagem

Depois de mais de 2 anos de consultoria em estratégia e design para a Natura, fomos convidados para desenvolver a nova linguagem da marca – um projeto que define a estética que orienta e inspira as expressões da Natura e suas submarcas. Ou seja, novos estilos de fotografia, texto, tipografia, cores, áudio, vídeo e composições gráficas para o universo Natura.

PROCESSO_
Para desenvolver a linguagem de uma marca com a trajetória, a complexidade e o tamanho da Natura é fundamental a imersão profunda em seu território, mas não só isso: nosso projeto contou com mais de 2 meses dedicados à pesquisa, percebendo principalmente através do mercado e dos comportamentos sociais o que têm ou não interferência na forma como esta marca se mostra para o mundo. Assumimos como uma das principais premissas – e dificuldades! – desse projeto a tarefa de imprimir uma nova estética que fosse coerente com o histórico de expressões Natura e, ainda assim, que trouxesse frescor, abrindo uma série de possibilidades que vão continuar renovando a marca daqui pra frente.

O processo de investigação criativa fez surgir um conjunto de hipóteses, e, a partir delas, seguiu-se um período de muita experimentação. O resultado disso foi a definição de princípios criativos que dão contorno aos novos territórios conceituais e formais da marca, e, por fim, a formalização das diretrizes e a criação de um repertório de peças que representam a nova linguagem Natura. Depois de finalizado, o projeto ainda transformou-se em oficinas de linguagem, convidando equipes e fornecedores Natura a experimentar um novo processo de construção de marca: mais amador e para todos.

E como o trabalho merecia amplitude e multidisciplinaridade, tivemos a oportunidade de trabalhar com alguns de nossos melhores parceiros e amigos: Lauro Machado, Dalcácio Reis, Daniel Pinheiro, Renata Freeland, Paralelo Zero e Sonido criaram junto com a gente.

 

After more than 2 years of strategy and design consulting for Natura, we were invited to develop the brand’s new language – a project which defines the aesthetic that guides and inspires and Natura’s and its sub-brands expressions. In other words, new styles of photography, text, typography, colors, audios, videos and graphic compositions for Natura’s universe.

PROCESS_
To develop the language of a brand with the trajectory, the complexity and the size of Natura, the complete immersion in its territory is essential, but not only that. Our project included more than 2 months dedicated to research, realizing, specially through the market and social behaviors, what interferes or not in the way this brand portrays itself to the world. We took on as one of our main premises – and difficulties! – of this project the task to print a new aesthetic more coherent with Natura’s historic expressions and that was still refreshing, opening up a series of possibilities which will continue to renovate the brand from now on.

The creative investigation process brought about a set of hypothesis and, based on them, there was a period with a lot of experimenting. The result was a definition of creative principles which outline new conceptual and formal territories of the brand and, lastly, the guidelines formalization and the creation of a set of pieces that represented Natura’s new language. When finalized, the project still became a language workshop, inviting teams and Natura’s suppliers to try a new process of constructing a brand, in an amateur and accessible to all way.

Because the work deserved magnitude and multidisciplinarity, we had the opportunity to work with some of our best partners and friends. Lauro Machado, Dalcácio Reis, Daniel Pinheiro, Renata Freeland, Paralelo Zero and Sonido created with us.

 


Compartilhe